Home » Autores » Prevenção de Perdas em Home Center – 3º Parte

Prevenção de Perdas em Home Center – 3º Parte

Conforme havíamos comentado na edição anterior, ainda encontramos em algumas empresas a Prevenção de Perdas como uma área extremamente reativa e que foge ao seu conceito.

E o que leva uma área de tamanha importância estratégica na companhia a comportar-se desta maneira?

Entendemos que este comportamento tenha relação com vários fatores internos e externos, mas para esta matéria falaremos de um problema muito comum na grande maioria das empresas brasileiras, a Ausência de Controles.

Como todos sabem não se pode medir aquilo que não é controlado, e desta maneira, temos um círculo vicioso que acaba interferindo no desempenho da empresa.

 

Conforme a metodologia do Pentágono de Perdas o elemento Indicadores é um ponto muito importante e não dá para falar em planejamento e resultado sem considerar o mesmo.Pentágono de Perdas Oficial

Vale lembrar que na metodologia do Pentágono de Perdas temos outros fatores que antecedem a implantação dos controles, como: Pessoas, Processos, Auditoria, Tecnologia e por fim os Indicadores que mostrarão a performance da empresa.

Como nas outras áreas (Financeira, Contábil, Logística, Vendas, etc) a área de Prevenção de Perdas também necessita de indicadores para que se possa acompanhar a evolução dos resultados das ações planejadas e não dependa somente dos resultados de Inventário Geral.

BI home center

No segmento de Material de Construção temos diversas oportunidades de desenvolvimento destes controles como, por exemplo:

  • Análise dos motivos de erro de Separação dos produtos;
  • Principais Reclamações dos Clientes nas Entregas em Domicílio e no setor de Retirada dos produtos em Loja;
  • Motivo das Maiores Trocas nas filiais;
  • Análise do PAR (Produtos de Alto Risco);
  • Análise do PAQ(Produtos de Alta Quebra);
  • Análise do PAE(Produtos de Alto Erro);
  • Estoque Negativo;

Estas são algumas de muitas outras oportunidades, onde o profissional de Prevenção de Perdas poderá identificar fatores que influenciam no resultado final das diferenças de inventário.

Com a consolidação desta metodologia de trabalho, a área de Prevenção de Perdas passa a assumir um papel cada vez mais estratégico na companhia, deixando o perfil reativo sendo cada vez mais indispensável sua participação na elaboração de estratégias das outras áreas, principalmente na operação das filiais e logística.

Na próxima matéria, falaremos do preparo da equipe de Prevenção de Perdas no segmento de Home Center.

Até Lá!!!!!

foto-manoel

 

Autor: Manoel José Oliveira Santos, Consultor Sênior na Boucinhas Consultoria em Prevenção de Perdas & Gestão de Varejo, Professor, Especialista em Prevenção de Perdas e Varejo, com experiência nos segmentos têxtil, drogaria, material de construção e supermercadista.

Siga-nos nas Redes Sociais:
0

About Redação PPB

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Enjoy this blog? Please spread the word :)