Gerenciamento de riscos maximiza segurança de cargas

Responsáveis pelo transporte de 60% das cargas do país, as rodovias são frequentemente alvo de quadrilhas de roubos e furtos de mercadorias. Diante desse cenário, os transportadores têm utilizado vários meios para burlar os receptadores de cargas nas estradas. Uma medida que tem surtido bastante efeito é o gerenciamento de risco, que, com medidas preventivas, agrega valor à logística, maximiza a segurança da carga transportada, antecipando medidas de segurança para detectar e prevenir riscos nas operações de transporte de produtos.
 
Cyro Buonavoglia, presidente da Gristec, explica que o gerenciamento inicia-se no momento em que se contrata o frete, passa pela seleção do colaborador e só termina com a entrega da carga no destino certo.
 
Atualmente o mercado oferece vários mecanismos de segurança disponíveis para reduzir as ações criminosas, como:[1]
 
– monitoramento 24 horas e em tempo real das cargas, desde o embarque até o destino final;
– programa de prevenção de ocorrência de acidentes veiculares, qualificação técnica e comportamental dos motoristas, orientação sobre itens relacionados à saúde e o check list veicular;
– escolta 24 horas, uma das mais importantes ferramentas de gerenciamento de risco, que visa maximizar a segurança da carga;
– apoio logístico que permite a visualização dos veículos, troca de mensagens e envio de comandos que possibilitam a tomada de medidas preventivas ou corretivas a partir da central de monitoramento;
– análise do perfil e consultas sobre motoristas carreteiros.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.