Fórum discute em SC prevenção de perdas em supermercados

A Associação Catarinense de Supermercados (Acats) e a Câmara Empresarial Supermercadista da Fecomércio-SC promovem nesta quarta feira, dia 4, das 14h às 17h na Capital o I Fórum de Prevenção de Perdas no Varejo. O evento conta com o apoio da Plastrom Sensormatic e da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Na oportunidade, será apresentado o estudo mais recente sobre o tema, a 13ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro, pesquisa elaborada pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) em parceria com o Grupo de Prevenção de Perdas do Programa de Varejo da Fundação Instituto de Administração (FIA/Provar), o Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar) e a Nielsen do Brasil. As inscrições para o evento estão esgotadas.
Em 2012, as perdas nos supermercados brasileiros representaram 1,95% do faturamento do setor (equivalentes a aproximadamente R$ 4,74 bilhões). Realizada entre junho e julho de 2013, a pesquisa contou com a participação de 214 empresas supermercadistas, cujo faturamento somado atinge R$ 83,1 bilhões (equivalentes a 34% do setor) e verificou que o número de perdas apresentou uma pequena queda, se comparada com o Índice de Perdas de 2011, que registrou 1,96%.
“O resultado da pesquisa demonstra que o segmento supermercadista precisa trabalhar muito e evoluir nas estratégias para pressionar ainda mais a redução deste índice de 1,95%”, afirma o Presidente da Associação Catarinense de Supermercados, Atanázio dos Santos Netto.
Dentre estas empresas, as principais medidas para evitar as perdas são o treinamento interno, que representou 32% das iniciativas, seguido pela introdução de processos mais cuidadosos no recrutamento e seleção de funcionários (27% das ações adotadas pelos supermercadistas); outras práticas adotadas são: elaboração de uma política de prevenção de perdas (21,5%) e a comunicação em murais, avisos, jornais, revistas e artigos, com 15,9%.
Já em relação aos equipamentos mais utilizados para prevenir as perdas, os circuitos internos de TV (CFTV) são os mais utilizados pelos supermercados (40,7% dos entrevistados); em segundo lugar estão os alarmes de acesso, utilizados por 31,3% dos supermercadistas, seguido por uso de coletor de dados para realização de inventários (22,2% dos entrevistados afirmaram utilizá-lo).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.